terça-feira, 26 de setembro de 2017

Ontem escutava, hoje sou colega

Eu sonhava em trabalhar na imprensa por acreditar que poderia fazer um trabalho semelhante a muitos profissionais que estão no meio da comunicação. E corri atrás dessa vontade.

Hoje realizo um sonho e ainda por cima faço parte de uma equipe onde muitos que aqui estão até ontem eram as minhas principais referências dentro da imprensa.

Dividir uma bancada, produzir programa, gerar material e buscar entrevistas.  Cada oportunidade é mais do que uma obrigação. é uma satisfação de sonho alcançado.

Não vou citar nomes aqui para não esquecer e melindrar ninguém, mas é só buscar a listagem de comunicadores da Rádio Grenal que ali constam várias referências do rádio esportivo gaúcho.

Hoje faço parte da tal imprensa.

Já fui chamado de gremista.

Já fui chamado de colorado.

E isso não importa. O que conta hoje é fazer aquilo que sempre se buscou e que agora faz parte do meu dia-a-dia.

Façam o mesmo. Busquem aquilo que vocês mais apreciam. Sonhem e corram atrás.

Um dia se realiza.

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

INFORMAÇÕES: demanda tempo e muita paciência

Dentro do meio futebolístico precisamos estar sempre atrás de INFORMAÇÕES.

Só que isso não é tão simples quanto parece. Buscar uma fonte da um trabalho do caramba. Primeiro é preciso do contato, depois de receber um retorno. Até ai, nada de muito complexo - tudo bem que ter uma boa rede de relacionamentos ajuda no primeiro ponto.

Depois de tudo isso, começa o exercício de paciência e de confiança: de você na fonte e da fonte em você.

Foi assim que consegui as minhas primeiras notícias dentro do meio esportivo.

Quando eu falei no ar que a Copa dos Campeões não iria sair, fui muito questionado e também acusado de estar "secando torneio". Dias depois a INFORMAÇÃO que eu trouxe acabou se confirmando através da palavra da organização do torneio. (até postei aqui no blog sobre o assunto. Busca ali na barra de arquivo.)

O mesmo acabou acontecendo com Miller Bolaños e sua ida para o Tijuana do México. Quando surgiu a publicação da imprensa mexicana do interesse do clube no atacante gremista, fui atrás de algumas fontes e também de algumas INFORMAÇÕES. Assim que tive a confirmação de pessoas ligadas ao clube e também de mais de uma fonte da confirmação do interesse, começou o exercício de paciência.

Alguns dias de tentativa de contato com o empresário do jogador, sem sucesso. Dias fazendo contato com a direção gremista e sempre recebendo "não" como resposta aos questionamentos.

Do México, vinham as confirmações, inclusive com valores e prazo de contrato. Aqui... Nada.

Mas é assim que funciona. é assim que se começa. Batalhando. Fuçando. Correndo atrás.

Nada cai no colo de graça. Sempre é preciso colocar um pouco a mais do que o seu simples trabalho.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Campeonato novo, previsões novas

Como já falei no ar, nas minhas participações no Boteco Grenal, (programa que faço parte da bancada desde julho de 2016 e que pode ser ouvido em radiogrenal.com.br, aplicativos para todas as plataformas e pelo FM 95.9) vou colocar aqui as minhas previsões, ou melhor, meus prognósticos para o Campeonato Brasileiro de 2017.

Sempre lembrando e como eu mesmo escrevi no ano passado, não passa de uma projeção do que eu vejo como uma possibilidade de acontecimento baseado na sequência e no andamento das equipes ao longo deste ano.

Vou errar? Claro que sim!!!!

Vou acertar? Claro que sim!!!!

Ahhh!!! Vale lembrar que a lista passa a ter 6(seis) times, já que o país foi "agraciado" com mais uma vaga na Libertadores da América, ok?!?!

O legal é colocar as projeções e ao final do campeonato, revisar a lista para conferir acertos e erros.

Segue abaixo minhas projeções:

Quem tem chances de título (não necessariamente nesta ordem, certo?!?!?!):

1- Palmeiras: tem o melhor elenco do país e tem grana (tudo por causa da Crefisa e afins...) para contratar mais uns três times se quiser... Além de contar com a volta de Cuca ao comando do elenco campeão brasileiro do ano passado.

2- Flamengo: tem um bom time e algumas peças de reposição a altura dos seus titulares. Zé Ricardo consegue fazer um bom trabalho e quando é preciso tem acertado nos ajustes da equipe.

3- Atlético Mineiro: coloco o Galo na lista pelo trabalho de Roger Machado. Um treinador da nova geração do futebol e que consegue extrair boas atuações dos seus comandados. Trabalha com algumas variáveis de escalação e quando precisa fazer correções, tem grande parcela de acertos.

4- Cruzeiro: Mano Menezes também faz um bom trabalho, mesmo que esteja sendo contestado pela torcida do Cruzeiro. Conseguiu tirar o time da zona do rebaixamento em 2016 e chegou a semifinal da Copa do Brasil, perdendo para o Grêmio, que acabou sendo campeão. Credenciamento de Mano para a conquista do título é pela sequencia do trabalho e por algumas peças de grande qualidade que conta no elenco.

5- Fluminense: Abel Braga ainda é um dos poucos técnicos ditos medalhões que consegue se manter em nível de ponta. Faz um bom trabalho  no Flu, chegando as finais do Carioca e tem um poder de motivação que mexe com o elenco. Pode buscar algo maior na competição.

6- Corinthians: O trabalho do "interino" que foi efetivado, Fabio Carille se mostra consolidado a cada dia que passa. Mesmo sendo contestado e quando não consegue uma sequência de boas apresentações é perseguido pela torcida mais fanática do país. Tem a possibilidade de fazer um bom trabalho a longo prazo e conta com peças de qualidade que podem fazer a diferença.


Depois de listar os times que acredito terem a possibilidade de conquista de título ou vaga na Libertadores, vou colocar aqueles clubes que penso ver eles na Série B em 2018.

1- Vasco: Não consegue mostrar uma capacidade de escapar do rebaixamento mais uma vez. Está se tornando um clube iô-iô, subindo e descendo a cada temporada. Não seve se manter na Série A no ano que vem.

2- Atlético-GO: Conta com um time muito fraco tecnicamente e que deve voltar a Série B no ano que vem. Difícil a permanência da Série A.

3- Avaí: Mesmo com um resultado de empate na primeira rodada, é mais um clube candidato a ser rebaixado. Não conta com um grande elenco e com peças que possam fazer a diferença na hora decisiva.

4- Ponte Preta: Vai sentir a falta do seu melhor jogador no ano de 2016. Com a saída de Pottker, deve perder em poderio ofensivo, mesmo que na primeira rodada tenha feito 4x0 contra o Sport.

5- Vitória: Há anos o clube vem escapando de ser rebaixado e este ano não será diferente. O clube não consegue ter uma sequência de bons trabalhos e vive flertado com o rebaixamento. Desta vez acredito que não escape.

Bom... ai estão as minhas projeções.

Aguardemos para ver o que vou acertar e quanto será a minha margem de erro.

Abraço